• Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Estrutura do Sistema

O mercado de televisão no Chile foi construído de forma muito distinta do resto da América Latina. O sistema foi por muito tempo, inteiramente público e, ainda hoje, as emissora pública, Televisão Nacional do Chile (TVN), apresenta-se como forte concorrente pela audiência. ATV pública também possue arrecadação relativamente elevada em suas atividades comerciais.

Quando começaram os movimentos para implantação da TV no Chile, o governo da época outorgou concessões às três maiores universidades daquele país, que aproveitariam os laboratórios, professores e alunos vindos, principalmente, dos cursos de engenharia e jornalismo. Isso se deveu ao fato de que a tecnologia necessária para a emissão de sinais audiovisuais foi desenvolvida, pioneiramente, dentro de centros universitários nacionais.

Com essa trajetória, somente na década de 1990 foi que entraram no ar as primeiras redes de TV com fins lucrativos do Chile. Hoje, o sistema de TV se estrutura em local, regional e nacional. As redes públicas têm cobertura nacional, enquanto as regionais e locais são em sua maioria privadas ou comunitárias.

A Televisão Nacional do Chile é considerada uma pessoa jurídica de direito público, classificada como uma empresa autônoma do Estado. Por isso, TVN não recebe dinheiro público para o seu custeio, tendo que sustentar-se com os recursos que obtém no mercado publicitário e na prestação de serviços. Essa condição faz com que a emissora seja um caso único no mundo, o que forçou a profissionalização da TVN levando-a a construir uma grade de programas mais populares e competitivos. A TVN e sua maior concorrente, o canal 13, sob o comando  do grupo Lucsik, controlam o mercado televisivo do país.

Apesar disso, após investimentos mal sucedidos, o Canal 13 caiu, em poucos anos, do primeiro para o quarto lugar de audiência. Nem mesmo a criação de novos negócios, como rádios FM, TV digital, internet e produção cinematográficas, contribuiu para uma melhoria dos resultados da emissora, que acumulou perdas de US$ 7 milhões somente nos seis primeiros meses de 2010. Isso obrigou a Igreja a vender 67% da corporação televisiva que controlava para o Grupo Lucsik, o maior grupo empresarial chileno. Desde agosto de 2010, o 13 — agora sem a sigla UC — faz parte de um complexo empresarial que também reúne o Banco de Chile, a cervejaria CCU e a gigante do alumínio Madeco.

No ambiente do rádio, pode-se distinguir quatro tipos de proprietários de rádios no Chile: aqueles que se constituíram a partir de consórcios internacionais, e tem tomado uma posição dominante no mercado; os empresários nacionais que têm seguido a linha de gestão dos consórcios internacionais; as rádios com apoio institucional, que respondem a diversos grupos de interesse político e que perderam perante a audiência a sua primazia tradicional, onde se encaixam as rádios públicas universitárias; e, finalmente, as emissoras locais, que geralmente são pequenas empresas que mantêm uma elevada participação nos mercados regionais. As rádios e as TVs públicas têm gestão relativamente autônoma do governo central, são ligadas às universidades e, no caso da TV estatal, diretamente à Presidência da República.

Tanto a televisão aberta como a televisão por assinatura no Chile têm como um órgão regulador, o Conselho Nacional de Televisão, criado pela lei 18.838. O Conselho é um serviço público autônomo, descentralizado, com personalidade jurídica própria, que está ligado ao Presidente da República por intermédio do Ministério da Secretaria de Governo. Seu maior objetivo é o de garantir o respeito permanente, através da programação das TVs, aos valores morais e culturais da nação, à dignidade das pessoas, à proteção da família, ao pluralismo, à democracia, à paz, à proteção do meio ambiente e à formação intelectual e espiritual de crianças e jovens. Para isso, exerce supervisão e controle sobre o conteúdo das emissões de canais de televisão.


COMPARTILHE


TVs (CL)

tvchile

Rádios (CL)

chile

FACEBOOK

Twitter

TAGS


kerajaan cerita horor gosip terbaru berita terbaru windows gadget toko game