• Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

TVs e Rádios

Filarmonía – 102.7 Fm

FilarmonIa-102.7-Fm


Freqüência: FM 102.7

Localidade:  Lima - Peru

Site: Filarmonia

Cobertura/alcance: Região Metropolitana de Lima

Missão/valores institucionais

Contribuir para o enriquecimento o mundo interior das pessoas através de músicas inspiradoras que acompanham e despertam os sentidos, promovendo momentos de calma e tranquilidade na conturbada vida cotidiana, fomentando o desenvolvimento cultural por meio de nossa programação e a organização de eventos culturais.

Tem como objetivos ser uma referência nacional da cultura musical clássica, não só como uma emissoras de rádio mas também, como um centro especializado a disposição de aficionados e profissionais que ofereça o mais completo repertório de criação musical própria peruana e internacional, além de fomentar a produção e difusão da musica de qualidade, notadamente aquelas denominadas pela emissora como as imortais dos grande mestres da criação musical.

Histórico da emissora

As origens da rádio estão vinculadas a criação de uma associação cultural denominada Filarmonía em outubro de 1983. Essa entidade reunia um conjunto de pessoas cujo objetivo maior foi o fomento da cultura e a difusão da boa música. Como uma de suas primeiras ações,  já em primeiro de janeiro de 1984 tiveram inicio as transmissões da emissora que à época foi denomina Solarmonia. Neste primeiro momento a estação funcionou por meio de um convênio que permitia o uso da frequência da Rádio El Sol. Esta situação perdurou até o ano de 2001 quando o grupo El Sol decidiu vender a emissora para que ela se transformasse em uma estação de notícias. Nesse cenário, a associação cultural Filarmonía conseguiu apoio do Instituto de Rádio e Televisão do Peru e obteve pelo prazo de dez anos a cessão de um canal de rádio por meio do qual passou a transmitir sua programação para a cidade de Lima e redondezas. No momento, a emissora passa a denominar-se Rádio Filarmonía.

Natureza jurídica da emissora

Entidade privada estruturada como uma organização da sociedade civil de interesse público e sem fins lucrativos.

Estrutura  organizacional

No site da emissora não existe uma apresentação específica da estrutura organizacional da emissora. Existe sim informação sobre a composição da Associação Cultura Filarmonía. Esta é composta de um Conselho Diretor com cinco funções (Presidente, Vice-presidente, Secretario, Diretor Executivo e Tesoureiro) e mais 21 membros conselheiros

Forma de gestão

Não  há indícios de existência de direção colegiada, mecanismos internos de comunicação e transparência.

Modelo de financiamento

Segundo o site da emissora, existe uma série de colaboradores que contribuem para a manutenção da emissora. Essas entidades vão desde empresas privadas a organismos públicos e estatais. No entanto, não existe informação disponível sobre os percentuais dos tipos de fonte de recursos utilizados pela entidade.

Programação

Programação eminentemente cultural com uma forte predominância da música. É focada no cenário clássico, não apresentando muita diversidade de gêneros.

Participação pública

Não há indícios de existência de ouvidoria, ombudsman ou clube de ouvintes. Existe um campo no site para pedidos de música e participar de alguns programas.

Plataforma multimídia  

Site  com recursos de streaming, podcast. Há mecanismos de interatividade com a audiência via plataforma multimídia: facebook, You Tube, twitter e pedidos de música online.

Rádio Nacional - 103.9 Fm

RAdio-Nacional-03.9-Fm

Freqüência: 103.9 Fm

Localidade: Lima - Peru

Site: Radio Nacional

Cobertura/alcance: local

Missão/valores institucionais

Serviço público estatal que compõe o Instituto Nacional de Rádio e Televisão do Peru (IRTP). A emissora afirma em seu site que tem a finalidade de produzir e difundir programas com conteúdos jornalísticos, educativos, culturais e de entretenimento com o objetivo de promover as políticas públicas nacionais e contribuir para o bem estar de todos os peruanos.

Tem como objetivo ser uma instituição de comunicação moderna e reconhecida pela população peruana, em razão da qualidade de seus programas que garantirão assim, o acesso a cultura, o direito a educação e ao entretenimento saudável. Também busca um produção continua de informação de qualidade, com objetividade e interatividade que contribuam para o fortalecimento da identidade nacional, da democracia e da imagem do Peru no mundo.

Histórico da emissora

A história da Radio Nacional tem inicio na década de 20 do século passado e se inicia com a fundação, em 1925, por  um consórcio peruano-britânico, o Peruvian Broadcasting Company da emissora OAX que passou a depender do Estado em 1926.  Uma década depois o governo peruano encomendou a companhia Marconi Wireless Telegraph a montagem e instalação de uma moderna e potente estação de rádio que foi inaugurada em 30 de janeiro de 1937 já com o nome definitivo de Rádio Nacional do Peru. Atualmente a emissora faz parte do INRTP e, por isso, esta subordinada ao Ministério da Cultura e ao Conselho de Ministros do Governo Peruano.

A emissora estatal esta encarregada de difundir a educação e a cultura por meio de uma rede de emissoras, via satélite, tanto em frequência quanto em em amplitude modulada, o que garante plena cobertura de seu sinal de todo o território peruano.

Sua programação é composta historicamente por transmissões ao vivo, mensagens oficiais, missas católicas, coberturas de atividades patrióticas e acontecimentos culturais, programas musicais e eventos esportivos.

Durante muitos anos a Rádio Nacional foi líder de audiência e atualmente esta passando por um processo de atualização tecnológica e de renovação de seus quadros técnicos e de produção com a intenção de oferecer uma programação moderna e dinâmica de modo a poder recuperar a liderança na radiodifusão sonora peruana.

Natureza jurídica da emissora

O IRTP, no qual está localizada a Rádio Nacional, é um organismo estatal/público que está vinculado ao Ministério da Cultura peruano. Goza de uma personalidade jurídica de direito público interno, com autonomia administrativa, econômica e financeira.

Estrutura organizacional

Não há um diretor geral ou qualquer outro cargo especifico para Radio Nacional. Toda a estrutura de poder político e administrativo esta centralizada no IRTP. O sitio do Instituto informa uma estrutura organizacional composta por um Conselho Diretivo formado por quatro membro sendo 01 presidente executivo e três conselheiro. Subordinadas a presidência executiva, existem 08 gerências e 04 setores de apoio especializado.

A gerência de radio é responsável pela administração das atividades operacionais da Radio Nacional. Todos os cargos diretivos e gerenciais da estrutura administrativa do IRTP são nomeados pelo governo peruano, não havendo qualquer forma direta de participação ou representação da sociedade civil.

Não há auto definição, só a descrição de algumas pessoas que ocupam cargos de chefia e o seguinte organograma:

Organograma

Forma de gestão

Como instituição estatal pertencente ao IRTP, a Rádio Nacional é gerida em moldes empresariais. Essa condição se reflete na inexistência de mecanismos formais de participação e representação da sociedade civil e na própria inexistência de instancias colegiadas de discussão sobre temas relacionados a sua programação ou a política editorial adotada.

A Rádio Nacional/IRTP oferece dois tipos de mecanismos para que o cidadão possa se manifestar perante a emissora. Um deles é através de duas áreas existentes em seu sitio de internet na qual o cidadão pode encaminhar e-mails com comentários variados. A outra forma é contato telefônico com as emissoras a partir dos números de telefone disponibilizados. Existe ainda no sitio do INRTP o chamado livro de reclamações, que por exigência legal, deve ser disponibilizado para que os consumidores possam manifestarem-se perante o prestador de serviços comerciais.

No sitio do IRTP/Rádio Nacional existe o denominado Portal da Transparência, espaço no qual se pode encontrar diversas informações administrativa, financeira e operacional do Instituto e do Governo do Peru em geral.

Modelo de financiamento

Instituição financiada tanto pelo orçamento público do Governo Peruano quanto pela arrecadação de verbas por meio de apoios culturais e anúncios publicitários. Não é possível estabelecer o percentual de cada tipo de recurso aplicado na sua manutenção.

Programação

A emissora tem 16 programas em sua grade, onde predominam os gêneros musicais, jornalísticos, prestação de serviço e educativos.

A emissora se define, principalmente, como cultural, informativa e de prestação de serviço público.

A rádio está subordinada ao Instituto Nacional de Rádio e Televisão – IRTP – apresentam-se como estatais, ligadas ao Governo do Peru e com objetivos claros de fortalecer as políticas públicas do país.

A emissora faz prestação de contas à sociedade de forma periódica. Apresenta balanço anual de atividades, projetos e resultados administrativos, de produção e financeiro.

Participação pública

Não há indícios de que a emissora possua ouvidoria, ombudsmam, clube de ouvintes, ou conselhos consultivos de programação. O canal de relacionamento com os ouvintes acontece por e-mail  e não há número de telefone disponível.

Plataforma multimídia  

A emissora possui site com streaming e podcast, além de mecanismos de interatividade com a audiência via plataforma multimídia via facebook, twitter e youtube.


COMPARTILHE


TVs (PE)

TV-Peru-Canal-7

Rádios (PE)

radioperu

FACEBOOK

Twitter

TAGS


kerajaan cerita horor gosip terbaru berita terbaru windows gadget toko game