• Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

TV Pública - Paraguay

TV-PUBLICA-LOGO

Canal: Canal 14 (sinal analógico) e 15 (digital)

Localidade: Asunción - Paraguay

Site: Televisión Pública Paraguay

Cobertura: Nacional

Missão/valores institucionais

A TV Pública Paraguay se auto define como meio de comunicação do Estado, de caráter público, educativo, cultural e informativo que visa impulsionar a democracia participativa.

Sua missão é tornar-se um espaço de diálogo com a sociedade para a discussão de projetos políticos, aspectos econômicos, sociais, culturais e ambientais do país. Propõe-se promover a informação e a arte de produção audiovisual que reflita as identidades que coexistem no Paraguai, além de disseminar informação e conhecimento que colaboram para o bem-estar dos cidadãos, proporcionar espaço para entretenimento baseada no respeito às pessoas e incentivar a apropriação cidadã dos espaços públicos.

Histórico da emissora

Por meio do decreto n. 4.982, de 30 de agosto de 2010, o presidente da república, Fernando Lugo criou a Televisión Pública del Paraguay a partir de projeto elaborado pela Sicom (Secretaría de Información y Comunicación para el Desarrollo).

Desde o início, a TV foi pensada para ser uma emissora destinada a fortalecer o sistema de comunicação pública do país. Seu objetivo é ser um campo para o diálogo nacional, de modo a conduzir o processo de acesso a era digital e incentivar a apropriação cidadã dos espaços públicos.

A emissora entrou em funcionamento, em carácter experimental, no dia 14 de maio de 2011 com infra-estrutura doada pelo governo do Japão. A TV transmite sinal em analógico e digital (sistema ISDB-T terrestre nipo-brasileiro). A escolha do modelo digital foi baseado numa recomendação da Comissão Nacional de Telecomunicações (Conatel) e análise trans-setorial, levando-se em consideração que é o mesmo padrão adotado pelos países membros do Mercosul.

A TV faz parte de um processo em curso no país desde a posse do presidente Fernando Lugo no sentido de fortalecer os meios públicos. A estratégia é trazer para o campo da mídia pública temáticas excluídas das emissoras comerciais como inclusão, meio ambiente, cidadania, entre outros. Espera-se também que a TV possa estabelecer intercambio com plataformas multimidiáticas, gerando novas dinâmicas de criação de formatos e narração para além de estruturas pré-estabelecidas.

Em junho deste ano foi palco da resistência de manifestantes contra a deposição do ex-presidente o país, Fernando Lugo. Várias pessoas contrárias ao novo governo usaram o espaço da emissora no programa de microfone aberto para expor suas opiniões. Na mesma ocasião, ela foi alvo de defesa pela liberdade da TV Pública, após a tentativa de tirar a rede estatal de comunicação do ar com a justificativa de defender a imagem do novo presidente. O ocorrido ocasionou mudanças na programação e estrutura diretiva da empresa. 

Natureza jurídica da emissora

Empresa pública estatal subordinada a administração pública direta.

Estrutura organizacional

A emissora está subordinada a Dirección General de Medios del Estado (DGME) que, por sua vez, está vinculada à Secretaria de Informação e Comunicação para o Desenvolvimento Social (Sicom) da Presidência da República.

Dentro da estrutura organizacional das emissoras públicas cabe a DGME promover a melhoria das condições de sustentabilidade (econômica, social, técnica e de comunicação) da mídia estatal e desenvolver processo de planejamento, coordenação, avaliação e monitoramento desses meios. A responsabilidade pelo processo seletivo de funcionários da TV é de responsabilidade da Sicom.

Desde que Federico Franco assumiu a presidência, a Tv Pública mudou três vezes de direção. Começou com Carlos Filippi, que renunciou e deixou em seu lugar Judith Vera, que logo também abandonou cargo. Hoje o novo diretor é Cristian Turrini, advogado que nos últimos anos foi diretor de una empresa de telecomunicações.

Forma de gestão

Consta de seu projeto de criação que a TV Publica será uma empresa pública de gestão modelo de excelência, transparente e com qualidade de serviços. A transparência da gestão estará explicitada na divulgação dos métodos de seleção de funcionários e na forma de administração de recursos.

Atualmente a emissora está subordinada a Dirección General de Medios del Estado (DGME) responsável por promover a melhoria das condições de sustentabilidade (econômica, social, técnica e de comunicação), além de planejamento, coordenação, avaliação e monitoramento. A responsabilidade pelo processo seletivo de funcionários da TV é de responsabilidade da Sicom.

Modelo de financiamento

Os dados obtidos no site do Sicom (Secretaría de Información y Comunicación para el Desarrollo) indicam que, até o momento, a emissora é mantida com recursos do governo do Paraguai. No entanto, no processo de criação a emissora foi beneficiada com a doação do governo japonês de equipamentos de transmissão digital em ISDB-T. Especialistas da empresa japonesa NEC e outros profissionais colaboraram com a instalação de equipamentos e capacitação de técnicos da TV Pública.

Programação

Em fase de instalação a emissora ainda não apresenta a grade completa de programas. No entanto, faz parte do seu projeto abordar temas como inclusão social, meio ambiente, direitos e cidadania em programas de entretenimento e jornalismo. Além da temática plural e representativa do público, pretende-se ter uma nova dinâmica de criação e narração de produtos levados ao ar, indo além de fórmulas e estruturas pré-estabelecidas.

Para formar a grade de programação, a emissora irá lançar editais públicos de apoio a promoção de produção nacional independente.

Para constituir a sua programação na fase experimental, o canal público está assinando acordo com outras emissoras congêneres. A alemã Deutsche Welle, por exemplo, autorizou a TV paraguaia a transmitir sua programação em espanhol, sem nenhum custo.

A programação está sendo revista para adaptar ao novo governo de Frederico Franco.

Participação pública

Até o momento, a emissora disponibiliza em seu site, os telefones de membros da diretoria. Não há registros de existem de ombudsman, conselhos consultivos de programação ou centrais de atendimento ao ouvinte.

Plataforma multimídia

A emissora possui site com recursos de streaming, podcast e RSS. Como mecanismos de interatividade com a audiência utiliza facebook, twitter e Google Mais.


COMPARTILHE


TVs (PY)

logos tvs

Rádios (PY)

radio

FACEBOOK

Twitter

TAGS


kerajaan cerita horor gosip terbaru berita terbaru windows gadget toko game